The war is over! C’est fini!

Deixemos de remar contra a maré,
sejamos os ventos de mudança.

Este blog está terminado.


dobrar

A nossa mente é como um conjunto de canas que representam as nossas várias características, as nossas várias formas de ver e viver o mundo.
Podes moldar uma ou outra, podes dobrar uma ou outra. Mas elas estão enleadas, e, por vezes, quando dobras uma levas outras atrás. E não vais ter sempre força nem resistência para as manteres dobradas incessantemente.
Um dia vais ceder a essa força e elas vão querer voltar ao ponto inicial. Quanto mais canas dobrares, quanto mais tempo as dobrares, mais violento vai ser o seu retorno.

Leitura recomendada: FaceBook Taoismo Portugal – Como parar os pensamentos (OSHO)


One step forward, two steps forward

You decide to move on.
You take one step forward and two steps back.
You take one step forward and one step back.
You take two steps forward and two steps back.
Another time being hit and you think about giving in.
Many times you’ve been hit and you think you’re still trying to move forward.
The truth is that you are really moving forward, and not trying to.
Each step backward drives you to a stronger step forward!
You take two steps forward and one step back.
You just take two steps forward.
You reach your destination!


É um desafio que coloco a mim mesmo

(…) Já sofri por diferentes motivos na vida, muito por uns, pouco por outros, uns grandes e outros pequenos, e muitas vezes reagindo diferente em diferentes graus de relevância. Muitas vezes achava que era horrível e insuportável; o fim do mundo, diga-se de passagem.
Desta vez até considero que estou a gostar de passar mal, porque finalmente comecei a olhar um pouco para dentro e cheguei à conclusão que o mundo já havia antes de mim. Quem tem de mudar sou eu. É um desafio que coloco a mim mesmo. (…)

This time
I won’t make the same mistake
I was striving so hard to go down that road
That i forgot where that road would lead me
Of course i was lost
Fighting the tide with all my strengh
Now i’m feeling weak
But what did i expect?
(chorus)
We need to find, to find a bridge
A new way to set things right
Enought of following other people’s footsteps
I’ll make mine
Even with my eyes shut tight
I can see i was not living my life
This fight meant to set me free
Almost ruinned the best in me
I wanted the flames to grown higher
But i lost myself in the fire
And all burned out
No one else could ear my shout
(chorus)
That negative strife
Those negative ways that some call “life”
Almost ruinned the best in me
The flame of kindness and honesty
(chorus)


Being me

Waking up at 6AM, running in the woods.
Not because i’m going to win some trophy, not because i want to reduce fat or feel healthy, but only because it makes me feel happy. It’s all about happiness. There is no rational purpose and it may look futile, but it’s all about happiness.


A mim ninguém deixou nada

(…) e então o senhor, que saía na estação seguinte, levanta-se e remata: “A mim ninguém deixou nada; deixaram-me as ruas livres para passear!”
 

selvagens?

Recuso-me a referir-me como selvagem a qualquer individuo que viva fora da selva de betão, esse betão que selvaticamente abalroa o que é natural.

Contra Ford, vou chamo-os de Naturais.